George Soros, gestor agressivo e ativista político e social (Capital Aberto – 19/05/2017)

George Soros, gestor agressivo e ativista político e social (Capital Aberto – 19/05/2017)


Publicado no Blog da Seletas – Site da Revista Capital Aberto – Artigo de Alexandre Póvoa

 

Caros amigos,

 

No mundo atual, de gestores de recursos politicamente corretos, George Soros é uma inspiração. Concordando ou não com o seu estilo, seu espírito questionador, que já lhe rendeu muitos inimigos, é simplesmente fundamental e fascinante. Apostas altas e agressivas fazem parte de seu arsenal, tal como o enfrentamento no campo político e econômico, com uma dose enorme de ativismo social.  Somente em 2017, como de hábito em sua vida, duas notícias de vulto comprovaram a essência profissional e pessoal do megainvestidor.

 

Em janeiro, especula-se que Soros teria sofrido um grande revés da ordem de US$ 1 bilhão em seu fundo próprio e da família, após ter apostado na deterioração dos mercados devido a um esperado forte aumento de aversão a risco após a eleição de Donald Trump, premissa que não se confirmou.

 

O mesmo Soros, agora em junho, enfrenta via imprensa e redes sociais o Primeiro Ministro da Hungria Victor Orban, logo após a decisão oficial de fechar a Universidade de Budapeste, que havia sido fundada pelo bilionário logo após a queda do Muro de Berlim. Soros veio também a público acusar o Primeiro-Ministro de liderar uma “máfia de Estado” que age a favor da corrupção, também incentivando a rebeldia popular ao apoiar os grandes protestos de rua.

 

Mas quem é essa figura tão marcante? Leia aqui o artigo completo.

 

Um abraço,

 

Alexandre Póvoa