Carta Trimestral (3T/16) – Será que o mercado externo irá estragar a festa do mercado local?

Carta Trimestral (3T/16) – Será que o mercado externo irá estragar a festa do mercado local?


Caros amigos,

 

A Canepa Asset Brasil publica sua Carta Trimestral, referente ao período de julho a setembro/2016.

 

Continuamos crescendo ao adicionar o fundo Canepa Macro FIM à nossa grade de produtos. A estratégia Macro se soma às classes Long Biased e Long Short,  o que nos fez, por uma questão de melhor organização, separar a nossa Carta Trimestral dos Relatórios de Performance dos fundos, que serão publicados em breve.

 

O trimestre do mercado financeiro brasileiro foi influenciado mais intensamente por fatores locais – expectativa e desdobramentos do processo de impeachment da Presidente Dilma, que poderiam resultar na aprovação de medidas de ajuste fiscal e no começo do processo de afrouxamento monetário. Já o cenário externo continuou seguindo a mesma toada, sem grandes novidades, com a discussão já recorrente quanto ao timing e intensidade do começo da normalização da política monetária nos EUA. A eleição norte-americana, dada a evolução das pesquisas em prol de Hillary Clinton, não trouxe volatilidade ao mercado, sobretudo após a realização do primeiro debate na TV.

 

Foi um trimestre de bom desempenho para os nossos fundos. Conseguimos capturar, nas três estratégias – Macro, Long Short e Long Biased – os movimentos de um mercado que continua oscilando entre o crescente otimismo local e dúvidas crescentes a saída dos bancos centrais nos países desenvolvidos da armadilha do juro zero, que começa a comprometer as estimativas de crescimento mundial de longo prazo.

 

Nosso Relatório Trimestral explora o assunto. No passado recente, no período de farta liquidez internacional, a economia brasileira, completamente desorganizada, não capturou os grandes fluxos de investimentos oriundos do juro zero. Agora, que nossa macroeconomia parece começar a voltar para os trilhos, será que uma potencial turbulência externa poderá atrapalhar?

 

 

 

 

Leia aqui a Carta Trimestral da Canepa

 

Abraços,

 

Alexandre Póvoa