Carta Mensal Jan-18 | Canepa Macro FIM | Mês de extrema queda de aversão a risco nos mercados mundiais.

Carta Mensal Jan-18 | Canepa Macro FIM | Mês de extrema queda de aversão a risco nos mercados mundiais.

Caros amigos da Canepa,

 

A Canepa Asset Brasil publica sua Carta Mensal da Estratégia Macro, referente ao mês de janeiro/2018.

No mês de janeiro/18, o fundo Canepa Macro FIM rendeu 1,65%, equivalente a 283% do CDI. Desde o seu início (março/16) até janeiro/18, o retorno do fundo alcançou 52,80% nominais, o que equivale a 227% do CDI. 

 

O mês de janeiro foi bastante positivo em termos de desempenho para o Fundo Canepa Macro FIM por dois motivos: Inicialmente, porque entramos o ano de 2018 com posições defensivas. Estávamos baseados na crença de que as possibilidades cada vez mais reduzidas de aprovação da Reforma da Previdência e o rebaixamento de rating soberano do Brasil pela agência S&P por conta do nosso desequilíbrio fiscal poderiam redundar, ao menos no curto prazo, em uma maior pressão nos ativos brasileiros. Segundo, porque teríamos um evento complexo que seria o julgamento de Lula em segunda instância, onde um resultado desfavorável (a absolvição do petista) poderia gerar enorme turbulência. Apesar da euforia dos mercados com o resultado (3×0 pela condenação, com aumento de pena para 12 anos e um mês), tínhamos a convicção de que a ocorrência de uma absolvição geraria um estresse de mercados proporcionalmente bem mais relevante.

Nosso mérito foi mudarmos as posições rapidamente logo no começo do mês ao percebermos um forte fluxo financeiro de investidores estrangeiros para os mercados de câmbio, renda fixa e, sobretudo, Bolsa no Brasil. Na verdade, a expectativa de um crescimento sólido com inflação baixa em 2018, em um ambiente de farta liquidez internacional, superou os fatores negativos de curto prazo em relação ao Brasil. Enfim, fomos ágeis em corrigir nossa percepção de virada do ano que se mostrou errada.

Conseguimos também explorar – sobretudo com uso de derivativos com boa relação retorno/risco – o evento mais difícil do mês que foi o julgamento em segunda instância de Lula. Reforçamos que a filosofia de gestão da Canepa Asset sempre será a assunção de posições (sejam direcionais, relativas ou de proteção) que primem não somente pela observância do retorno potencial, mas também do risco embutido, em respeito ao nosso dever fiduciário como gestor de recursos.

 

Leia aqui a Carta Mensal completa